Instituto para o Desenvolvimento de Energias Alternativas e da Auto Sustentabilidade

Nacionais

LUZ AGORA NA AMAZÔNIA

O IDEAAS, tem como um de seus focos o atendimento de pessoas e comunidades em áreas remotas ou isoladas, com um inovador serviço de energia. Este serviço de energia promove a substituição da queima de combustíveis fósseis pelo uso de energias renováveis.

Diante da realidade e necessidades das comunidades isoladas dentro da Amazônia Legal e da experiência do IDEAAS nos assuntos de energias renováveis, geração descentralizada em sistema isolados, surgiu o “Projeto Luz Agora na Amazônia” que é uma alternativa viável para entregar energia à pessoas e comunidades isoladas sem causar qualquer impacto ambiental ou prejuízo a paisagem.

Desenvolvido a partir de 2006, com o patrocínio da “The Lemelson Foundation”, que atuou como financiadora para a consolidação do plano de negócios e das primeiras instalações do projeto, e também com a participação direta e ativa do parceiro local “Projeto Saúde & Alegria” www.saudeealegria.org, organização não governamental com credibilidade dentro do cenário amazônico ajudando a promover o desenvolvimento humano e saúde pública.

O Projeto Luz Agora na Amazônia foi estabelecido inicialmente nas comunidades ribeirinhas de Maripá e Santi, localizadas na margem esquerda do rio Tapajós, dentro da RESEX (Reserva Extrativista do Tapajós).

Este projeto visa entregar energia elétrica utilizando sistemas de geração solares fotovoltaicos, melhorar a qualidade de vida das comunidades ribeirinhas isoladas, criar novas oportunidades de negócios, incremento na geração de renda com base em atividades sustentáveis e é claro, o uso de energias renováveis.

São também finalidades deste projeto desenvolver parcerias locais com pequenos empreendedores e prestadores de serviços, desenvolver novos mercados, desenvolver sistemas sustentáveis para a manutenção e uso dos equipamentos instalados, fornecer cursos de treinamento para usuários e técnicos comunitários, criando expertise para o uso das energias renováveis em especial a solar fotovoltaica.

 

IRRIGAÇÃO SOLAR DE BAIXO CUSTO

Este projeto foi desenvolvido para o atendimento das necessidades de regiões do semiárido do Brasil. Através destes estudos de aplicabilidade, este projeto pode ser utilizado e adaptado para beneficiar pessoas e comunidades em qualquer parte do planeta.

É um projeto que integra uso de tecnologia e soluções práticas, criado e desenvolvido pela parceria de dois empreendedores sociais FÁBIO ROSA – IDEAAS e CARLOS SIMÃO – Pingo D’água, ambos com larga experiência tanto no uso de novas tecnologias, especialmente energias renováveis e atendimento de pessoas e populações isoladas em condições de risco.

O projeto está localizado em Quixeramobim, Estado do Ceará, na região Nordeste do Brasil, uma das regiões mais áridas e pobres do planeta.

 

HOSPITAIS SOLARES

Este projeto leva a segurança elétrica para pequenos hospitais e centros de saúde localizados em área isoladas ou de instabilidade elétrica.

Utiliza especialmente o solar fotovoltaico e solar térmico, alimentando um sistema totalmente autônomo e estável que garantirá iluminação para ambulatórios, salas de atendimento e salas de cirurgia, refrigeração para vacinas, medicamentos e água quente.

A segurança elétrica também é a segurança de que as comunidades poderão ser atendidas em seus momentos mais difíceis.

 

FAROL DO SOL

Este projeto, iniciado em 2007, tem como objetivos apresentar tecnologias desenvolvidas pela equipe do IDEAAS que vão auxiliar comunidades, famílias e pessoas que vivem da pesca artesanal de camarão. Desenvolvido em parceria com a Colônia de Pescadores Z2 de São José do Norte, este projeto já está impactando positivamente o meio ambiente e a geração de renda das famílias envolvidas.

Através deste modelo inovador, tanto no aspecto tecnológico quanto no de modelo de negócio, o IDEAAS proporciona a substituição da queima de combustíveis fósseis pelo uso de energia renovável, impactando positivamente o meio ambiente, melhorando a qualidade do trabalho e a qualidade de vida das famílias beneficiárias.

O “lampião solar” é um equipamento que utiliza a energia coletada por painéis solares fotovoltaicos, armazenando-a e distribuindo-a para as luminárias. Este equipamento é instalado no local da pesca e funciona automaticamente acendendo e apagando as luzes que atraem o camarão.

Usar o “Lampião solar” significa eliminar integralmente o consumo do GLP (gás liquefeito de petróleo) utilizado atualmente nos processos da pesca artesanal de camarão em todo o sul do Brasil, e assim também proteger a camada e ozônio. Além disso, no médio prazo os “lampiões solares” são uma alternativa economicamente viável para o desenvolvimento desta atividade.

Ainda, como forma de viabilizar a participação em escala, o IDEAAS idealizou um fundo específico para atender as necessidades de aquisição destes equipamentos pelas famílias de pescadores.

Este projeto tem potencial de redução na queima de combustíveis fósseis impactando em torno de 40.800 toneladas de CO² por ano e somente no período da safra apenas nas comunidades de Tavares, São José do Norte e Rio Grande, localizadas no extremo sul do Estado do Rio Grande do Sul, Brasil.

Este projeto, além de melhorar as condições de trabalho dos pescadores artesanais, garante ainda o incremento na geração de renda das pessoas e comunidades assistidas.

A realização deste projeto foi possível devido ao apoio da Fundação HSBC, e ao prêmio “ITAÚ ECOMUDANÇAS” em 2008.

 

PROJETO PIONEIRO ILHA DO ALGODÃO

Desenvolvimento sustentável no entorno da reserva biológica do Ibirapuitã, Alegrete – RS.

Programas de eletrificação rural de baixo custo.

Fórum de espécies exóticas invasoras e desenvolvimento sustentável do Rio Grande do Sul.

 

LUZ AGORA

Este projeto foi idealizado e desenvolvido pelo IDEAAS em 1999 para atender pequenos produtores em áreas remotas ou isoladas no sul do Brasil. Para isso, um plano de negócios extremamente inovador foi desenvolvido criando assim as condições ideais para a substituição da queima de combustíveis fósseis (gás liquefeito de petróleo, querosene, óleos em geral, etc.) pelo uso de energias renováveis, no caso o solar fotovoltaico para o atendimento das necessidades domésticas nestas propriedades isoladas. Esta troca de matriz energética proporciona ainda, além de um melhor atendimento das necessidades domésticas, economia nos gastos com energia.

Este projeto inicialmente intitulado “O SOL BRILHA PARA TODOS” proporcionou em 2001 a instalação de 40 sistemas solares fotovoltaicos para 40 famílias no município de Encruzilhada do Sul, Rio Grande do Sul. Em 2003 o projeto passou a denominar-se “LUZ AGORA” e hoje conta com aproximadamente 200 instalações nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

O projeto “LUZ AGORA” ainda é um modelo inovador e com características únicas no mundo para uso e acesso de energias renováveis e recebe visitantes de diversas entidades nacionais e estrangeiras.

Contamos também com trabalhos de “RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA” pois algumas empresas veem neste projeto uma oportunidade de melhorar a qualidade de vida de seus funcionários. O IDEAAS desenvolve hoje, dentro do projeto “LUZ AGORA” em parceria com a empresa AMBAR FLORESTAL de São José do Norte, o atendimento em áreas remotas para as instalações desta empresa através do uso da energia solar fotovoltaica e solar térmica,  onde seus funcionários tem acesso a luz elétrica de ótima qualidade, energia para comunicação através de recarga de telefones celulares ou rádios comunicadores, energia para pequenos microssistemas, televisão e antena parabólica, bombeamento de água o que lhes proporciona maior qualidade de vida e segurança na saúde e também aquecimento de água para uma melhor qualidade de higiene.

Diante desse contexto, o IDEAAS não é uma empresa e sim uma Organização Não Governamental que busca criar modelos viáveis para o uso de energias renováveis, melhoria da qualidade de vida e respeito do meio ambiente.

 

PROJETO QUÍRON

Este projeto altamente inovador para o meio rural visa compatibilizar geração de renda e respeito ao meio ambiente.

Com base em ações de desenvolvimento sustentável, melhoria de qualidade de vida, respeito a paisagem e conservação ambiental o projeto QUÍRON oferece alternativas de geração de renda viáveis, especialmente adequadas as mais diversas regiões, respeitando os aspectos das culturas regionais e aperfeiçoando os seus processos produtivos.

Os componentes do projeto são:

a) Uso de energia renovável para geração de renda;

b) Melhoria de qualidade de vida no meio rural;

c) Respeito ao meio ambiente através de processos produtivos sustentáveis.

O projeto QUÍRON vale-se de uma característica inovadora que é a utilização de espécies nativas para os processos produtivos de silvicultura e reflorestamento. Com essa integração das espécies nativas aos processos produtivos temos a oportunidade de retirá-las das listas de risco ou processos de extinção e garantir a sua perpetuidade com respeito econômico e ambiental. Também pode-se fazer a reconstituição da paisagem através da recuperação de áreas de preservação permanente e áreas degradadas integradas aos processos produtivos.

Pode-se obter dentro deste projeto madeiras nobres para os mais variados fins como movelaria, construção civil e outros. Busca também a restauração ambiental e florestal de áreas degradadas e conservação de biodiversidade.

Além das atividades de silvicultura o projeto QUÍRON também oferece oportunidades como o manejo dos campos naturais para produção pastoril através de pastoreio rotativo racional com as mais diferentes espécies animais, fruticultura, horticultura.

Os processos de desenvolvimento humano e social são uma consequência deste trabalho e surgem com resultados acessórios do incremento na geração de renda e melhoria da qualidade de vida dos seus beneficiários.